Riscos-de-Teletrabalho

No atual contexto da Covide-19 muitas empresas do nosso País foram forçadas a tomar medidas “teletrabalho” para garantir sua operacionalidade, eventualmente precipitando de maneira abrupta aquilo que já era uma tendência marcada para o desenvolvimento das organizações.

Esta digitalização forçada, juntamente com as constantes interações de informação que todos recebemos de várias fontes nos nossos dispositivos, tornam muito mais vulnerável a utilização dos sistemas informáticos e aumentam a sua exposição a qualquer tipo de ações maliciosas, podendo comprometer enormemente a atividade profissional e causar sérios prejuízos, ou mesmo gerar possíveis responsabilidades perante Clientes e quaisquer terceiros.

É facto que todos temos conhecimento disto e que por isso as nossas organizações já utilizam proteções nos seus sistemas. 

– Mas será que são suficientes? 
– Será que todos os utilizadores cumprem adequadamente as regras de segurança? 

Temos que ter presente que no contexto atual qualquer falha  acaba criando uma combinação perfeita para ser alvo de ataques cibernéticos.

Na Howden, enquanto fornecedores de soluções de seguro para a transferência desse tipo de risco, temos vindo a observar um aumento dramático no número de incidentes cibernéticos nas empresas de nosso País, desde os pequenos negócios locais até às grandes corporações e instituições.

Por tal razão, consideramos que é altamente recomendável transferir o risco de ataques cibernéticos para o mercado segurador por meio de uma apólice de seguro do tipo “cyber”,  que desenvolvemos para cobrir tanto os sistemas de base como toda esta nova operação de teletrabalho e conexões remotas.  Para além das indemnizações por perdas e danos, estes seguros proporcionam o acesso a serviços especializados para ajudar a combater e recuperar na eventualidade de qualquer ataque.

Acreditamos que este assunto é do seu melhor interesse e por isso permaneceremos à sua disposição para responder a todas as questões que lhe possam ocorrer.